quarta-feira, 16 de março de 2005

Crise

Preciso decorar um poema. Para amanhã. O mais bonito de todos os poemas para impressionar quem ouvir. Devia ter um já na ponta da lingua.
Acho que vou acabar por recitar a bula do clonix ou o rótulo do Pirassununga 51. Pura poesia para as minhas dores.

Pepita

2 Comments:

Blogger AF said...

Posso fazer um sugestão?
amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa

9:28 da tarde  
Anonymous pepita said...

:) gosto mto. agradecida.

8:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home